Reprodução/O Liberal

Um caso ocorrido no interior do Pará revoltou os internautas esta semana. Uma adolescente de apenas 13 anos, moradora do município de Uruará, morreu na última segunda-feira (26) após dar à luz uma criança concebida em uma relação com um homem de 41 anos. 

O pai seria Francinaldo Moraes, com quem a jovem declarava ser “casada”. Nas redes sociais, os dois postaram várias mensagens e fotos que comprovam a natureza da relação que mantinham oficialmente desde 2019, quando a menor tinha 12 anos. Mas, informações que circulam na web dão conta de que Francinaldo já mantinha contato com a menina desde que ela tinha 9 anos, mas só teve a relação consentida pela família quando completou 13 anos.Até o momento, Francinaldo Moraes, que deverá responder pelo crime de pedofilia, ainda não prestou depoimentoAté o momento, Francinaldo Moraes, que deverá responder pelo crime de pedofilia, ainda não prestou depoimento (Reprodução Facebook)

Segundo informações que circulam na web, por complicações na gravidez que ainda não foram esclarecidas, a criança que ela daria à luz teria morrido antes mesmo da jovem ter dado entrada no hospital. Por se tratar de uma gravidez de alto risco e pelo corpo ainda em formação, a jovem não resistiu.

A polícia está investigando o caso, e, até o momento, Francinaldo Moraes, que deverá responder pelo crime de pedofilia, ainda não prestou depoimento. Nas redes sociais, centenas de pessoas se manifestaram com relação às postagens do ‘casal’ com reações de absoluta indignação. 

Por: Portal Tucumã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *