Moradores da vila de Curuçambaba, em Cametá, interditaram durante quatro dias trecho da PA-151 (foto: divulgação)

A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) informa que a PA-151, em Cametá, no nordeste do Pará, está desinterditada desde a tarde de ontem (24), quando foram iniciados os trabalhos de retirada de pontos críticos – colocação de aterro – nos 19 km da PA-467, conhecida como Ramal do Curuçambaba, conforme o que havia sido ajustado pela Setran junto aos manifestantes que há quatro dias impediam o tráfego naquele trecho.

As reivindicações principais dos populares eram a melhoria no ramal do Curuçambaba, e a implementação do Programa Luz para Todos na localidade.

Ainda segundo os moradores, a falta de asfalto e a grande quantidade de lama atrapalham o tráfego dos veículos que abastecem o comércio local. Os moradores e os comerciantes estão tendo prejuízo, até ambulâncias têm dificuldades para passar no local.

Após o encerramento da licitação que será aberta em breve, a empresa vencedora fará a recuperação de todo o trecho da rodovia. Em função destes reparos, a retirada da erosão próximo à ponte sobre o igarapé do Taupari, no acesso ao município de Baião, também na PA-151, será iniciada na próxima semana, com previsão de conclusão em três dias, de acordo com o Chefe do 4º Núcleo Regional, engenheiro Luiz Henrique Moraes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *