A sexta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por unanimidade, concedeu habeas corpus para o guarda municipal de Parauapebas, Marcelo Cláudio Ramos Moreira, acusado do crime de duplo homicídio contra Francisca Justina de Carvalho, de 50 anos, e José Nildo de Carvalho, de 29 anos, respectivamente mãe e filho.

O crime aconteceu em maio deste ano e, Marcelo estava preso desde o dia 4 de junho.

Um telegrama do STJ foi enviado para o TJPA comunicando sobre a decisão dos ministros Antônio Saldanha Palheiro, Laurita Vaz, Sebastião Reis Júnior, Rogerio Schietti Cruz, além do relator, Nefi Cordeiro, em conceder o habeas corpus. Segundo Alexandre Paiva, Marcelo irá responder em liberdade.

O caso

No dia 15 de maio deste ano, segundo informações, Marcelo entrou na casa das vítimas com a justificativa de realizar uma pesquisa sobre a covid-19. Marcelo tinha a intenção de matar Nildo, pois ele acreditava que o mesmo estaria se envolvendo emocionalmente com alguém próxima à ele, mas, sua mãe interveio e acabou sendo acertada pela maioria dos disparos.

José Nildo foi encaminhado em estado grave ao Hospital Geral de Parauapebas (HGP), onde morreu pouco tempo depois. Sua mãe, Francisca Justina, faleceu instantaneamente.

Reportagem: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *