A Justiça atendeu a solicitação do Ministério Público do Estado, concedeu nova  liminar e determinou ao município de Melgaço, na ilha do Marajó, uma nova suspensão de evento do “Fest Verão”, que havia programado show do artista “Zé Vaqueiro” que aconteceria nesta quinta-feira, 29. A determinação permanece válida mesmo que a Prefeitura de Melgaço altere a data do evento, sob pena de multa de R$500mil por evento ocorrido em descumprimento à decisão.

O prefeito de Melgaço, Tica Viegas (PSDB), publicou em perfil de rede social lamentando a decisão, afirmando que não há internados no hospital municipal com a Covid-19.

A medida judicial do MPPA foi ajuizada pela promotora de justiça Cynthia Graziela da Silva Cordeiro, por meio de uma Ação Civil Pública. A medida foi tomada após Recomendação ao prefeito de Melgaço e ao secretário Municipal de Cultura para que não promovessem ou concedessem qualquer espécie de auxílio à realização do evento “Fest Verão, Edição Paricatuba”, tendo em vista o artigo 16 do Decreto Estadual 800/2020, que proíbe a realização de shows e de festas abertas ao público, no período de pandemia da covid-19. Os gestores silenciaram quanto à Recomendação.

O Marajó é uma das regiões mais pobres do Pará e Melgaço tem um dos piores índices de desenvolvimento humano do Brasil. O município registrou, até a última quarta-feira, 28, 547 casos de Covid-19 e 17 mortes.

Por Roma News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *