Foto/ Divulgação

Débora da Silva, de 18 anos, foi assassinada a facadas na madrugada desta sexta-feira (29), dentro do imóvel onde ela morava, em Anapu, sudoeste do Pará. O crime aconteceu quando o bar mantido pela vítima já estava fechado.

Débora foi morta com requintes de crueldade, teria sido amordaçada, espancada e esfaqueada. A polícia foi informada após morador ligar para descatamento informando sobre gritos nos fundo do estabelecimento.

Não houve testemunhas, e segunda a polícia, no local não havia câmeras que pudessem ajudar as investigações. quem ouviu os gritos de socorro não soube informar quantos criminosos seriam, mas conhecidos da vítima acreditam que o crime seja premeditado.

Débora é irmã de Diego Nascimento Costa, de 22 anos, que foi morto em agosto de 2021. O jovem estava em um balneário público, em Anapu, na companhia de amigos, da esposa e do fillho pequeno, quando foi surpreendido por dois criminosos armados.

Na época, testemunhas cortaram que dois homens chegaram em uma moto e se aproximaram do local onda a vítima estava. O garupa desceu do veículo, e efetuou os disparos. Diego ainda tentou fugir do local, e correu para uma área de pedral, mesmo ferido. A esposa com o filho no colo se jogou na frente do criminosos, em desespero, e o homem teria fugido.

Ferido com gravidade, Diego morreu no local. Após o crime testemunhas relataram que vários parentes do rapaz deixaram a cidade, entre eles, a mãe e outro irmão. Débora que na época tinha 17 anos, não quis deixar a cidade. A morte de Débora é investigada pela polícia, que apura se os crimes têm relação.

Por: Confirma Noticia

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.