O tráfico de droga levou mais um à cadeia de Jacundá. Na tarde de terça-feira (18), policiais civis prenderam em flagrante o morador de nome Genilson Moraes Rego. Ele é suspeito de comandar um “boca de fumo”.

O delegado Walmir Racine Junior divulgou em nota que a prisão foi resultante de denúncia anônima. “A Polícia Civil agradece o apoio da população que vem de forma firme denunciando através do telefone 181 (ligação gratuita) e firma o compromisso de continuar batendo incansavelmente no tráfico de drogas com apoio da população de bem”.

Genilson Rego é suspeito de comercializar diversos tipos de drogas ilícitas na própria residência. Segundo a investigação, era comum os suspeito atender a clientela na frente da casa e à luz do dia, onde entrega a encomenda e recebia pagamento.

A prisão do suspeito foi realizada por volta de 16h, quando os investigadores Nelson e Israel, sob o comando do delegado Walmir Racine, foram ao local e flagraram o suspeito com 32 gramas de maconha, duas pedras de óxi e dinheiro em espécie. No imóvel também foi encontrada uma espingarda calibre 32 com munição. Além de responder pelo crime de tráfico de drogas, ele responderá por posse de arma de fogo.

“O flagranteado vendia droga do tipo maconha em frente sua residência, à luz do dia, de forma destemida, com isso a equipe da Polícia Civil de Jacundá foi em direção à casa do indivíduo e o encontrou com certa quantidade de droga em frente à sua casa”, diz o delegado, acrescentando que o suspeito está à disposição da Justiça, na Delegacia de Polícia de Jacundá.

Por Correio de Carajás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *