A Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Pará (MPPA) arquivou o processo de investigação criminal contra o procurador de Justiça Ricardo Albuquerque da Silva. Ele estava sendo investigado após ter feito declarações racistas durante uma palestra para alunos do curso de Direito, em novembro de 2019, em Belém.

De acordo com a procuradoria, não foi encontrado qualquer ilícito funcional na conduta do procurador e que por isso entendeu que os fatos não merecem intervenção penal. O Conselho Nacional do Ministério Público, que é o órgão superior de fiscalização, já havia arquivada as investigações após o procurador Ricardo Albuquerque da Silva ter renunciado o cargo de de ouvidor-geral do MPPA.

O procurador Ricardo Albuquerque da Silva foi denunciado depois de que vazaram em redes sociais áudios dele dizendo que a escravidão no Brasil teria ocorrido porque o índio não gostava de trabalhar.

No trecho do áudio vazado, Albuquerque ainda disse que “não acho que nós tenhamos dívida nenhuma com quilombolas. Nenhum de nós aqui tem navio negreiro”.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *