Além da droga, a polícia encontrou ainda relógios, aparelhos celulares e certo valor em dinheiro, cujo montante não foi informado (Reprodução / Site Folha do Progresso)

No centro comercial de Itaituba, município na região sudoeste do Pará, policiais militares prenderam Adonavio Damasceno, de 36 anos, pelo porte de várias porções pequenas de substância similar à cocaína, embaladas como se estivessem prontas para a venda, no entanto, o suspeito disse à polícia que seu nome era Adonácio Damasceno, o nome do irmão dele mais velho, de 38 anos, e sem passagens pela polícia. Já Adonavio tem registros de ocorrências anteriores.

O caso aconteceu na noite da última terça-feira (14), quando PMs faziam rondas de rotina na cidade e, de repente, estranharam a movimentação de Adonavio. Os militares abordaram o acusado e encontraram as substâncias suspeitas. Ele também estava com aparelhos de telefones celulares, relógios e certa quantia em dinheiro, cujo valor não foi informado.

Adonavio foi apresentado na Delegacia de Polícia e ao pedirem para se identificar, ele não titubeou ao dar o nome do irmão mais velho. A polícia pesquisou sobre a identidade dada e acabou achando o nome verdadeiro de Adonavio.

Por: Giro Portal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *