Reprodução/Erisvaldo deixou a faca cravada no peito de Daniara

Erisvaldo Souza Silva foi preso em flagrante após matar de forma cruel a ex-companheira dele, Daniara Rodrigues de Couto, de apenas 20 anos, que estava grávida de dois meses. O assassino ainda deixou a faca cravada no peito da vítima. O crime aconteceu por volta de 21h30 de domingo (10/4), no Bairro Belo Horizonte, no Núcleo Cidade Nova, em Marabá, no sudeste do Pará.

Segundo familiares da Daniara, que tinha três filhos pequenos, Erisvaldo não se conformava com a separação e, na noite de ontem, após saber que ela ia para uma festa no balneário conhecido como “Vavazão”, teria ficado irado. Com isso, após sair de um culto em uma igreja evangélica, foi até a casa da ex, bateu na porta e, quando ela abriu, a atacou a facadas.

Em seguida, teria ‘tentado’ se matar, passando a lamina de uma faca no pescoço, mas de forma macia, fazendo apenas um corte superficial, somente para dizer que tencionava matar a ex-companheira e depois se matar. Ele foi autuado por feminicído, com o agravante da vítima estar grávida.

Por: Tina DeBord/Native News Carajás

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.