Foto: Divulgação

Curralinho/PA – A briga entre dois homens por causa de peixe terminou em morte em Curralinho, na Ilha do Marajó. O crime aconteceu no último sábado (9/7) na Vila do Piriá. O acusado do crime, Wislei dos Santos, de 26 anos, se apresentou nesta terça-feira (12/7) na Delegacia de Polícia Civil do município.

De acordo com testemunhas, a vítima, identificada como Clebson Cristino da Costa, de 35 anos, foi morta a tiro de espingarda por Weslei quando mergulhava em um rio na Vila do Piriá. O acusado se diz dono da área onde a vítima e outras pessoas costumavam frequentar e pescar.

Por se dizer dono da área, Weslei alega também ser dono dos peixes que existem no rio. Ele e a vítima já teriam tido um desentendimento por causa de peixe, porque não aceitar que ninguém pesque no local.

Assim, no sábado, ao ver Clebson mergulhando no rio, ele deu um tiro de espingarda, que acertou a região do pescoço dele, que morreu no local. Após o crime, ele fugiu e esperou passar o flagrante.

Nesta terça-feira, acompanhado de uma advogada, ele se apresentou à polícia. Segundo familiares de Clebson, essa área que Weslei diz ser dele nunca teve dono. Por isso, as pessoas sempre vão lá pescar.

Revoltados com o crime por motivo banal, os familiares pedem justiça. Eles ressaltam que Clebson estava no local pescando para alimentar a mulher e a filha pequena dele, que agora ficou órfã de pai.

Por: Ivan do Portal Marajó

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.