Reprodução/Native News Carajás

Uma briga que começou por causa de R$ 2,00 terminou em morte no município de São Miguel do Guamá, no nordeste do Pará. Gilvan Teodoro da Silva matou com uma facada certeira Antônio Eduardo Corrêa, de 39 anos.

O crime aconteceu no domingo (17/4), por volta de 10h, no Bairro Patauateua, na região da baixada da cidade, como o setor é conhecido. O acusado foi preso em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar e apresentado na Delegacia de Polícia Civil de São Miguel do Guamá, onde foi ouvido e autuado pelo delegado Ronaldo Lopes.

Reprodução/ Native News Carajás

Parte do depoimento dele foi gravado.  Ele confessa o crime, mas diz que matou para se defender, porque Antônio o teria acusado de roubar R$ 2,00 dele e tentou esfaqueá-lo.

“Ele puxou a faca para mim e eu tomei para me defender. Não vou fica por baixo também, né doutor”, disse Gilvan, afirmando que foi uma mulher quem pegou o dinheiro da vítima e botou a culpa nele.

De acordo com o sargento José Maia, da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (9ªCIPM), logo após o ocorrido, a sua guarnição chegou ao local e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que socorreu Antônio e o levou para o Hospital Municipal de São Miguel do Guamá (HMSG), mas ele veio a óbito pouco depois. Em diligências pela área, conseguiram localizar Gilvan, que foi preso e conduzido para a delegacia. Veja o vídeo com o depoimento de Gilvan.

Por: Native News Carajás

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.