Crédito: Reprodução/Confirma Notícias

Um vendedor ambulante é acusado de atacar e violentar cadelas no município de Vigia, região do salgado no Pará. De acordo com informações, essa não seria a primeira vez que o homem comete o crime. 

A denúncia foi realizada em uma página da internet mantida por uma entidade protetora dos animais. Na publicação, uma da voluntária conta que as denúncias contra o homem são antigas e que os moradores já vinham relatando os casos de abusos sexuais contra cadelas da cidade, mas que até aquele momento não haveria flagrante.

Nas imagens é possível ver um voluntário da sociedade protetora dos animais que atua no município ficou monitorando o vendedor, e assim que entra no cemitério, o vendedor é seguido e confrontado. Ao perceber que foi visto, o vendedor que aparece sem roupa, solta a cadelinha, e vai em direção ao carrinho de lanche, para se vestir. Ele é confrontado, mas ignora as investidas e segue se vestindo. A cadelinha que foi vítima da violência sexual é um vira lata, assustado o animal permanece no local.

Os homens dizem que vão denunciar o caso à polícia, e quanto fazem imagens da cadelinha, o vendedor deixa o local às pressas.

Assista:

Reprodução/Confirma Noticias.



No Brasil, zoofilia, que é a prática de relações sexuais com animais, é considerada crime de maus tratos previsto na lei de crimes ambientais. E de acordo com o artigo 32, parágrafo 2º a pena é aumentada de um terço a um sexto se houver a morte do animal.

Por: Confirma Noticias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *