Após fechar o ano de 2020 com reajuste acima da inflação, o preço do botijão de gás de cozinha voltou a ficar mais caro neste início de ano. A partir desta quinta-feira, 7, começa a vigorar no Pará e em todo o Brasil, o primeiro aumento do ano de 2021 para os botijões de 13 kg. O aumento de 6% foi autorizado pela Petrobras na quarta-feira, 6.

Em Belém, segundo o balanço efetuado pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o valor do botijão – que hoje custa em média R$ 80,88 – pode chegar a R$ 89.

Ainda de acordo com o Dieese, o botijão de gás de cozinha comercializado no Pará segue entre os mais caros do país, com o preço médio alcançando R$ 100 em algumas regiões do estado. Em termos de impacto na economia doméstica, até o mês passado, quem ganhava até um salário mínimo – R$ 1.045,00 – comprometia em torno de 7,67% da renda mensal com o botijão.

Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *