Olivar Barreto ganhou o prêmio de melhor intérprete na quinta edição do Festiva de Música Popular Paraense. (Foto: Daniel Costa/Arquivo)

Músicos, compositores e intérpretes do Pará ainda têm tempo para se inscrever na sexta edição do Festival de Música Popular Paraense, realizado pelo Grupo RBA, como forma de incentivar e valorizar a produção artística local. As inscrições seguem até o dia 10 de setembro, e os participantes poderão ganhar – além de reconhecimento – prêmios de R$ 6 mil, R$ 9 mil e R$ 15 mil.

Olivar Barreto ganhou o prêmio de melhor intérprete na quinta edição do Festiva de Música Popular Paraense. (Foto: Daniel Costa/Arquivo)
Olivar Barreto ganhou o prêmio de melhor intérprete na quinta edição do Festiva de Música Popular Paraense. (Foto: Daniel Costa/Arquivo)

Os interessados podem se inscrever pelo hotsite do festival ou nas lojas TEM! nos shoppings Pátio Belém e Castanheira, nos supermercados Formosa Cidade Nova e Augusto Montenegro, no IT Center, no Yamada Plaza e na sede da RBA, na avenida Almirante Barroso, 2190, bairro Marco, em Belém. Já em Marabá, os candidatos também podem se inscrever na sede da RBA no município, localizada na rodovia Transamazônica, km 4.

Uma das exigências para participar é que o inscrito seja residente no Pará há pelo menos 1 (um) ano. Em 2014, o evento terá duração de dois meses, entre inscrições, eliminatórias e a realização da grande final, marcada para o dia 16 de outubro.

Além da eleição das três melhores composições, também serão premiados o melhor arranjo musical e melhor intérprete, com a quantia de R$ 2,5 mil cada.

Realizado desde 2009, o festival já superou mil composições de centenas de compositores, e ajudou a consolidar as carreiras de diversos artistas. Na última edição, cerca de 12 mil pessoas prestigiaram o evento no local, além de mais de 100 mil telespectadores pela RBATV.

O último ganhador do festival foi “Um e Outro”, de Ziza Padilha e Dudu Neves, com o primeiro lugar, e que também levou os troféus de Melhor Arranjo e de Melhor Intérprete para Olivar Barreto. “Desmedida”, de Patrícia Rabelo e Márcio Farias, ficou com o segundo lugar, e “Corisco”, de Márcio Farias e Leandro Dias, levou o terceiro.

(DOL)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.