A caminhonete do fazendeiro sofreu avarias e ele foi parar no hospital/ Foto: Divulgação

O pecuarista e empresário Wilson José de Queiroz, 69 anos, atropelou e matou dois suspeitos de cometer uma tentativa de roubo na tarde de terça-feira (25), na cidade de Altamira, região sudoeste do Pará. A vítima transportava a quantia de R$ 90 mil em dinheiro.

A investigação conduzida pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil em Altamira tem como foco esclarecer se o alvo dos suspeitos identificados como Felipe Augusto de Oliveira, 29 anos, e Edson Mendes Ferreira, também de 29, era roubar a quantia em dinheiro que o pecuarista transportava na caminhonete, e ainda assassinar a vítima.

Segundo a polícia, os dois suspeitos eram donos de uma extensa ficha criminal: latrocínio, homicídio, ameaças, lesão corporal, furtos e roubos. Edson havia saído do sistema penitenciário recentemente.

Wilson Queiroz, morador do Bairro Independente 1, foi abordado na porta de casa. O pecuarista estava dentro da caminhonete quando os dois homens chegaram. Houve uma discussão entre os três e na sequencia Wilson acabou atingido com dois tiros na região do pescoço e rosto.

A vítima perseguiu e atropelou os dois homens. Um deles teve a perna dilacerada, um pé arrancado e morreu no local. O segundo foi socorrido e morreu ao receber atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Com o impacto, a moto atingiu a porta metálica de um estabelecimento comercial, enquanto a caminhonete teve a frente destruída e mais dois veículos sofreram avarias. Uma pistola ponto40 foi encontrada com os suspeitos.

Por outro lado, o pecuarista está internado no Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira. 

Por: Correio de Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *