Reprodução

Um homem foi preso pela Polícia civil, em Canaã dos Carajás, sudeste do Pará, acusado de assediar sexualmente várias mulheres da cidade. Ele é apontado como o autor de mensagens eróticas enviadas pelo Whatsapp às vítimas.

As investigações começaram quando uma das vítimas procurou a Delegacia de Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrência. No celular dela os policiais tiveram acesso às mensagens sexuais que teriam sido enviadas pelo suspeito. “A ousadia era tanta que o assediador pedia para fazer sexo pelo telefone”, conta a mulher, que preferiu manter a identidade em sigilo.

Ainda de acordo com as investigações, o acusado localizava o telefone das mulheres em um grupo de mensagens de uma igreja, onde todas eram frequentadoras. Uma das vítimas relatou o fato a uma amiga, que também era assediada pelo mesmo homem. A notícia se espalhou e pelo menos dez mulheres estariam sendo incomodadas pelo falso crente.  

O crime ganhou proporções e com a denúncias o suspeito foi preso no último domingo, 13 e permanece na carceragem da Delegacia de Polícia Civil de Canaã, à disposição da Justiça. 

Por: Correio Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *