A partir desta sexta-feira (07), as regiões do Marajó Ocidental, do Xingu, de Carajás e do Araguaia, que seguiam em bandeiramento vermelho, avançam para a coloração laranja, considerada de risco médio.

Por meio das suas redes sociais, o governador Helder Barbalho anunciou a alteração, nesta quinta-feira (06), e reforçou a evolução positiva percebida nas taxas de contaminação pela Covid-19 e de ocupação de leitos em todo o Estado.

O anúncio foi feito após a reunião do Comitê Técnico e Científico liderado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), na qual estiveram presentes o titular da Sespa, Rômulo Rodovalho, o reitor da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Marcel Botelho, além de representantes dos demais órgãos integrantes.

De acordo com o governador do Pará, os dados levantados pelo Comitê apontaram, claramente, redução nas taxas de infecção pelo novo Coronavírus em todas as regiões de saúde do Estado, em comparação àquelas registradas uma semana atrás. No momento do pronunciamento, o percentual de ocupação de leitos clínicos exclusivos para o tratamento da doença era de 43,1% e o de UTI de 69,6%. No último dia 29 de abril, as taxas estavam em 47,5% e 74,2%, respectivamente.

Além disto, continuam com o mesmo status, ou seja, com o mesmo bandeiramento, as regiões que já estavam em coloração laranja, que são: as Regiões Metropolitana I e II; o Marajó Oriental; o Baixo Tocantins; a região Nordeste; o Baixo Amazonas; e os municípios do Tapajós.

Tailândia, faz parte da região do lago do Tucuruí, portanto, permanece em bandeiramento vermelho.

A alteração no bandeiramento irá constar no Decreto Estadual 800/2020, que será publicado com alterações na sexta-feira (07).

Por Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *