O prazo dado pelo Ministérios Públicos Federal Estadual e e Defensoria Publica da União para o Pará divulgar de forma transparente a taxa e ocupação de leitos e a fila de espera para pacientes de covid-19 que aguardam tratamento na rede pública estadual.

Os órgãos alegam que há diferenças, entre os dados divulgados pela Secretária de Saúde do Pará e o número de vagas disponíveis no sistema de regulação de leitos no estado. O pedido foi feita na última quinta-feira(18) e até o prazo limite, não houve registro de uma resposta do governo sobre esta recomendação.

Agora os ministérios públicos e a defensoria devem se reunir para analisar quais as medidas deverão tomar em relação ao caso.

O governo do estado ainda não se pronunicou.

Informações do G1 Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *