Assalto ocorreu na última terça-feira, 8, por volta das 17h.
Nesta quarta, 9, equipe da PF esteve no local para investigação.

Museu Goeldi vai intensificar ações de segurança. (Foto: Divulgação)
Museu Goeldi vai intensificar ações de segurança. (Foto: Divulgação)

Sete seguranças do Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), localizado no bairro de São Brás, em Belém, foram rendidos por bandidos por volta das 17h da última terça-feira (8). Os assaltantes arrombaram o caixa eletrônico do Banco do Brasil instalado dentro do museu. Nesta quarta (9), uma equipe da Polícia Federal foi até o local para realizar investigação.

Segundo a apuração da PF,  cerca de cinco assaltantes invadiram o Parque após arrombarem o portão da avenida Gentil Bittencourt logo após o início do jogo Brasil x Alemanha, pela Copa do Mundo, e renderam os vigilantes que faziam plantão. Todos tiveram os pés e mãos amarrados por uma abraçadeira de plástico e foram encapuzados.

De acordo com os seguranças, os assaltantes teriam permanecido no Parque até às 20h30. Além do arrombamento do caixa eletrônico, eles levaram as armas, os telefones celulares e o dinheiro dos guardas, que ficaram imobilizados até 21h, quando um deles conseguiu se libertar, desamarrou seus colegas e ligou para a empresa responsável pela vigilância. Em seguida a direção do MPEG foi alertada.

Para não chamar atenção, os criminosos fecharam o portão da avenida Gentil Bittencourt com uma abraçadeira de plástico e fugiram pelo portão da travessa Nove de Janeiro, onde estava localizado o caixa eletrônico. A polícia acredita na possibilidade de que alguns dos assaltantes permaneceram do lado de fora para dar apoio à ação.

O crime foi registrado na Delegacia Regional de Crime Organizado da Polícia Civil (DRCO) e depois na Polícia Federal que prosseguirá com a investigação por se tratar de uma instituição federal. De acordo com a PF, a ação planejada indica que se trata de uma quadrilha profissional.

Em nota, o Museu Emílio Goeldi disse que ainda não sabe a quantia roubada, a autoria e a dinâmica do crime e que aguarda informações da PF. A instituição informou ainda que está tomando medidas para aumentar a segurança de suas bases físicas: além do Parque Zoobotânico, o Campus de Pesquisa, no bairro da Terra Firme, e a Estação Científica Ferreira Penna, na Floresta Nacional de Caxiuanã

O Diretor do Museu Goeldi, Nilson Gabas Jr, que viaja hoje para Brasília, está solicitando ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), ao qual o Goeldi é vinculado, recursos extras para ampliar o esquema de segurança do MPEG, um dos maiores museus brasileiros e que detém a salvaguarda de um expressivo patrimônio nacional.

 

Via, G1 PA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.