O prefeito de Marabá, Sebastião Miranda, decretou nesta segunda-feira (23) a suspensão de alvarás de localização e funcionamento emitidos para realização de atividades com potencial aglomeração de pessoas. A medida começa a valer nesta terça-feira (24) e foi tomada após a confirmação do primeiro caso de Covid-19 na cidade.

São obrigadas a fechar as portas as casas de show e espetáculos, boates, casas de festas e eventos, feiras, exposições, congressos e seminários, shoppings, comércio de modo geral e galerias de lojas, cinemas e teatros, clubes de serviços e lazer, academias, clinicas de estética e salões de beleza, parques de diversão e temáticos, além de bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência, que já estavam proibidos de abrir por decreto do governador do estado, Helder Barbalho.

Também seguindo o posicionamento estadual, o município determinou que os restaurantes e lanchonetes poderão efetuar entregas à domicílio ou disponibilizar a retirada no balcão.

Não estão suspensos os serviços considerados essenciais, como supermercados, panificadoras, açougues, feiras livres de alimentos e mercados, postos de combustíveis, transportadoras de alimentos, circulação de ambulâncias, transporte de animais, bancos, lotéricas, serviços de internet, oficinas de carros, máquinas e motos, lojas de produtos veterinários, consultórios veterinários, serviços funerários e transporte de valores.

Conforme o documento, os supermercados deverão definir as duas primeiras horas de funcionamento para atender exclusivamente os grupos de risco. Também não estão inclusas no fechamento farmácias, laboratórios, clínicas e hospitais. Os hotéis seguem abertos e poderão manter bares, restaurantes e lanchonetes funcionando, mas apenas para atendimento aos hóspedes. Já a empresa de transporte público deverá higienizar os ônibus a ada rota.

Além disso, o município proibiu aglomeração de pessoas em espaços públicos, assim como utilização de som automotivo e consumo de bebida alcoólica nestes locais. A fiscalização quanto às determinações caberá à Secretaria Municipal de Segurança Institucional, com apoio da Vigilância Sanitária e da Postura.

O decreto foi disponibilizado no site da Prefeitura Municipal, nesta segunda-feira (23).

Populares festejam no fim de semana

A medida foi tomada no primeiro dia útil, após populares serem flagrados fazendo festa em orla do município.

Com informações Correio de Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que aconteceu hoje, direto no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.