Cadáver do jovem foi encontrado na tarde desta terça no Balneário da Mocinha/Foto: Evangelista Rocha

Militares do Corpo de Bombeiros de Marabá localizaram no início da tarde desta terça-feira (15) o corpo do jovem Bruno Rodrigues dos Santos, de 17 anos. Ele estava desaparecido desde a manhã de domingo (13), quando saiu de casa no Bairro Bela Vista (Complexo Cidade Nova), de bicicleta, dizendo que iria “ali”. O cadáver foi localizado no rio Itacaiúnas, a cerca de 300 metros do Balneário da Mocinha (Bairro Independência).

Bruno desapareceu um dia antes de completar 17 anos/Foto: Divulgação
Bruno desapareceu um dia antes de completar 17 anos/Foto: Divulgação

Mas ele não morreu afogado. Os bombeiros identificaram ferimentos cortantes em várias partes do corpo e um grande golpe no pescoço. Mas somente uma necropsia do Instituto Médico Legal (IML) irá apontar oficialmente a causa mortis.

Chama atenção o fato de que o rapaz saiu de casa um dia antes de completar 17 anos.

Ouvido pela reportagem do CORREIO, o sargento Barroso, Corpo de Bombeiros, que liderou as buscas ao corpo explicou que a guarnição foi acionada por volta das 12h30 por um parente da vítima, identificado como Matos, que solicitou as buscas.

No Boletim de Ocorrência Policial registrado por Francisca Rodrigues Silva, mãe da vítima, recentemente Bruno havia sido ameaçados por “uns meninos no bairro Bela Vista”. Ela também disse não saber se o filho mexi com atividades ilícitas.

Por outro lado, a reportagem correio tomou conhecimento de que Bruno seria membro de uma facção criminosa, de modo que o assassinato do rapaz pode ter sido motivado por guerra entre facções rivais. Mas, por outro lado, é a investigação do Departamento de Homicídios que deve levantar essas informações dentro do inquérito policial.

Por: Correio de Carajás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *