A prática que já acontece com as principais companhias de energia elétrica do país, chegou ao Pará. A antiga Celpa, e atual Equatorial Energia Pará, passou a utilizar os serviços dos cartórios de protesto para cobrar suas contas em atraso.

Veja como funciona

O cartório encaminha uma intimação com o boleto e aviso de recebimento ao cliente em atraso, caso o pagamento não ocorra no prazo fixado na intimação, o título é protestado.

Em Tailândia, as taxas de protesto no cartório Cordeiro variam de acordo com o valor do débito.

Mas, não para por aí!

Após o protesto, não basta fazer o pagamento da conta em atraso com o credor, é preciso fazer o também o cancelamento de protesto no cartório para limpar seu nome.

De acordo com a Lei Nº 9.492, de 10 de setembro de 1997, artigo 26, § 1º e 2º, o procedimento de cancelamento de protesto é de responsabilidade do inadimplente, ou seja, além de pagar a conta o cliente deve pagar o custo do protesto no cartório.

Ou seja, enquanto a baixa no cartório não for realizada, o nome continuará “protestado”, podendo sofrer restrições financeiras ou mesmo problemas quando for fazer uma compra e/ou financiamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *