Vereador teria discutido com policiais e foi detido no sábado, 14.
Manifestantes invadiram destacamento da PM e causaram tumulto.

População tocou fogo em vias e prédios foram depredados (Foto: Paulo Moraes/RBA TV)
População tocou fogo em vias e prédios foram depredados (Foto: Paulo Moraes/RBA TV)

Cerca de 50 pessoas promoveram um tumulto e  depredaram prédios públicos da cidade na noite do último sábado (14) no município de Concórdia do Pará, nordeste do estado, após um vereador ter sido preso por desacato à autoridade, de acordo com informações da Polícia Militar.

Segundo um morador de Concórdia, a revolta começou às 19h do sábado, após a prisão do vereador Edson Madeiro (PV), que protestava contra arbitrariedades do Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e da Polícia Militar.

Ainda segundo o morador, a população estava revoltada com operação dos órgãos, que estaria prendendo arbitrariamente motos e cobrando propinas.  No local, algumas motos foram queimadas e a prefeitura foi depredada.

O grupo de manifestantes ateou fogo em frente à unidade, e segundo a Polícia Militar, danificaram viaturas e motocicletas da corporação, exigindo a liberação do vereador.

O vereador foi detido após discutir com agentes da Operação Minerva Total, realizada pelas polícias Civil e Militar na cidade, e foi conduzido ao destacamento da PM.  O vereador foi liberado, mas teve a prisão preventiva solicitada.

Entrada da cidade de Concórdia do Pará (Foto: Everaldo Portilho)
Entrada da cidade de Concórdia do Pará (Foto: Everaldo Portilho)

Neste domingo (15) cerca de 60 policiais militares de Belém, Tomé-Açu e Santa Isabel foram enviados a Concórdia do Pará com o objetivo de reforçar a segurança no município. De acordo com a PM, a situação está sob controle na cidade.

 

Para ficar bem informado e acompanhar notícias de Concórdia do Pará e região é só acessar diariamente o Portal Tailândia.

Com informações – DOL | G1 PA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.