A possibilidade de não realização do Círio de Nazaré da forma como conhecemos é real e foi admitida pelo diretor da Festa, Albano Martins, durante sua participação no programa Entrevista Roma News.

Segundo Albano, “haverá círio, só não sabemos ainda em que formato”. Martins confirmou que a Diretoria do Círio prepara um “plano B”, que prevê a realização de procissões e outros eventos, como a apresentação do manto e o Círio Musical, de forma virtual.

Também não foi descartada a possibilidade de uma procissão nas ruas, em dezembro, mas isso depende das condições de imunização à covid-19 até o final do ano.    

Até o final de julho, uma comissão formada por médicos, infectologistas e pesquisadores, deve entregar à Arquidiocese de Belém um parecer sobre a possibilidade de realização ou não do círio de forma tradicional, nas ruas.

Só então o arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, deve se posicionar oficialmente sobre o Círio 2020.

Por Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *