O Governo do Estado fez, de novo, uma compra com suspeita de superfaturamento com dispensa de licitação. Dessa vez, foram gastos quase R$2 milhões em garrafas pet vazias. O contrato da compra está disponível no Portal da Transparência Covid-19.

Com o objetivo de envasilhar álcool etílico 70%, 1.140.000 (um milhão cento e quarenta mil) recipientes de 240mL foram comprados no valor de R$ 1.710.000,00. Sendo assim, cada unidade saiu por R$1,50.

A compra foi realizada no dia 24 de março e a empresa contemplada é de Ananindeua, Marcoplas Comércio de Móveis LTDA.

No contrato, o Governo aponta que, o valor unitário pago pelas garrafas foi o menor entre os orçados. Foram consultadas outras cinco empresas, além do Painel de Preços do Governo Federal, e a média dos valores unitários apresentada na cotação foi de R$2,59.

Entretanto, o digital influencer David Mafra, que também denunciou a suspeita de superfaturamento em sua conta no Instagram, contou que fez o orçamento com outra empresa e o valor por cada garrafa sairia por R$0,49 centavos.
Assista:

Versão do Governo
Nesta terça-feira, 9 de junho, a Sespa enviou nota ao Portal Tailândia, com sua versão dos fatos. Leia abaixo a nota na íntegra.

Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa) informa que o processo de aquisição de Garrafas PET está regular. As garrafas Pet de Polientileno de 240 ml rotuladas com tampas perfil baixa estão sendo usadas para envasilhar álcool etílico 70% adquirido por meio de doação da iniciativa privada, dentro do plano de contenção para prevenir e evitar a transmissão do novo coronavírus. A Secretaria esclarece que a composição da compra considerou o kit formado por: preformas com rosca 15g cristal finish, serviço de sopro, rotulagem de garrafa tampas PCO28 perfil baixo (frete), rótulos 240, clichê para rótulo, caixa de papelão sob medida, clichê para caixa de papelão, fita adesiva para fechamento das caixas e logística de entrega local. O preço unitário da compra, considerando todos os itens agregados, foi de R$ 1,50, bem abaixo dos valores de referências informados no site da transparência do Ministério da Economia que variam entre R$ 2, 85 e R$ 3,99. A Sespa informa ainda que todas informações estão disponíveis no Portal da Transparência, obedecendo às exigências das legislações estaduais e federais.

Por Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *