(O LIberal / Arquivo)

Um crime com características de execução causou grande comoção no município de Capitão Poço, nordeste paraense. O cantor Madson Felintro, de 38 anos, foi morto por volta das 20h30 desta terça-feira (22), em frente à casa em que residia com a família no Parque Aurora, residencial afastado do centro da cidade. 

De acordo com o comandante da 10ª Companhia Integrada da Polícia Militar (10ª CIPM), major Diego Santos, dois homens chegaram em uma motocicleta e dispararam cinco vezes contra o artista. No entanto, acredita-se a análise preliminar aponta que pelo menos dois projéteis atingiram a vítima. Até o momento ninguém preso. 

“O crime tem todas as características de uma execução, mas a Polícia Civil já iniciou as investigações que indicar a motivação e a autoria do homicídio. A cidade está bastante agitada com a notícia. A vítima era uma pessoa conhecida e muito querida não região”, informou o major Diego Santos à Redação Integrada. 

Madson Felintro cantava em shows e eventos e seu repertório era bastante variado, partindo do sertanejo ao pop, passando pelo forró, brega e MPB. Ele era natural de Capitão Poço e sua família, que tem raízes no Ceará, tem uma relação de décadas com o município. O pai de Madson é proprietário de um bar muito conhecido no centro da cidade. O cantor deixa esposa e duas filhas: uma adolescente e uma bebê de pouco mais de um ano.

Por: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *