moradores-pedem-saida-prefeito-tome-acu
Protesto em Tomé-Açu pela saída do prefeito (Foto: TV Liberal)

A Câmera de Vereadores de Tomé-Açu, nordeste do Pará, destituiu do cargo o prefeito Carlos Vinicius de Melo Vieira. Ele é suspeito de participação no assassinato de um advogado e de um empresário, em março de 2013.

Moradores de Tomé-Açu usaram uma tora de madeira para bloquear a ponte que de acesso a cidade. Eles também ocuparam a frente da Câmara para exigir a cassação do prefeito Carlos Vinicius de Melo Vieira.

Caixões em frente a Câmara lembraram o assassinato do advogado Jorge Pimentel e do empresário Luciano Capacio, executados a tiros por pistoleiros. O prefeito é investigado e apontado como possível mandante do crime.

Veja mais

HOMICÍDIO – Justiça decreta a prisão do prefeito de Tomé-Açu

Moradores da cidade e familiares das vítimas participaram do protesto. Na sessão, os vereadores avaliaram a cassação do mandato do prefeito, que é considerado foragido pela Justiça e está sendo procurado.

A Câmara Municipal de Vereadores de Tomé-Açu aprovou por unanimidade o decreto que extinguiu o cargo do prefeito Carlos Vinicius. O legislativo seguiu a orientação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PA) de não iniciar um processo de cassação do mandato, para evitar que o prefeito recorra à Justiça e transforme o caso em uma batalha judicial.

Para o vice-prefeito, Josehildo Taketa Bezerra, que deve assumir o cargo na próxima semana, a decisão deve levar tranquilidade ao município.

 

Para acompanhar mais notícias de Tailândia, Curta o Portal Tailândia no Facebook facebook.com/portaltailandia.com.brSiga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Via, G1 PA

COMPARTILHE NO FACEBOOK E TWITTER