Cenas revoltantes foram gravadas por moradores de Belém no último domingo (20). No vídeo, um cachorro aparece correndo atrás de um carro na Avenida Centenário, ele se pendura na janela do veículo, para chamar a atenção do motorista, mas é abandonado e depois corre atrás do veículo no meio dos carros da via.

O carro que aparece nas imagens, pertence a um motorista de aplicativo, que afirma que o cachorro seria de uma passageira que saiu do veículo e deixou o animal dentro do carro. O motorista conduziu a viatura da Polícia Civil até a residência da passageira.

Ao chegar no local indicado, a cachorra estava na frente da casa, que seria de sua tutora, o animal estava com dificuldade para entrar no local, e após a tutora abrir a porta da residência, a cachorra se abrigou imediatamente no local. A tutora e o motorista de aplicativo foram levados a delegacia para prestar depoimento.

A delegada Rosa Malena, responsável pelas investigações, informou nas redes sociais  que o cachorro vai passar por uma perícia e que o caso será apurado minuciosamente. Segundo a Polícia, o animal foi devolvido ao tutor e “está recebendo todos os cuidados”.

De acordo com a Lei 9.605, art. 32, “todo aquele que praticar o ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos poderá sofrer detenção de três meses a um ano, e multa”.

Quando se tratar de cão ou gato, a pena para as condutas será de reclusão, de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda. (Incluído pela Lei nº 14.064, de 2020). A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *