Rodney Chaves Brito é apontado como um dos autores do crime. (foto: reprodução)

Na tarde de ontem, quinta-feira (17), a Polícia Civil do Pará, por meio da Divisão de Homicídios, deu cumprimento a um mandado de prisão temporária contra um homem que vinha sendo investigado suspeito de ter participado do duplo homicídio ocorrido no mês de março deste ano na passagem Jambu, no bairro do Guamá, em Belém.

O mandado de prisão foi cumprido na Seccional Urbana de São Brás, no momento em que o investigado era apresentado pela Polícia Militar após ser detido na estrada da Ceasa (Centrais de Abastecimento). O suspeito, e mais um homem e uma mulher, foram autuados em flagrante pelo crime de roubo com restrição da liberdade das vítimas.

Os homens foram conduzidos à Divisão de Homicídios, onde foram ouvidos e encaminhados ao Sistema Penitenciário, e seguem à disposição da Justiça.

Com os suspeitos foram aprendidas duas armas de fogo, 12 munições calibre 38, três aparelhos celulares, um carregador, uma faca de mesa e uma carteira porta cédulas, além de R$ 245,00 em espécie. Todo o material apreendido será periciado. 

Além da autuação em flagrante delito pelo crime de roubo com restrição da liberdade das vítimas ocorrido nesta tarde, a Divisão de Homicídios prossegue as investigações dos crimes cometidos no bairro do Guamá, a fim de identificar e indiciar os demais autores e mandantes.

O duplo homicídio ocorreu no dia 21 de março deste ano, na Passagem Jambu, quando três pessoas foram atingidas por tiros. Todos os feridos foram socorridos, mas dois morreram.

Vídeos de câmeras de segurança de residências da passagem mostram o momento em que três homens chegam ao local em um carro branco e atiraram contra um grupo de rapazes que conversava em frente a um bar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *