PC prende quadrilha que montou falsas lotéricas no Pará. (foto: divulgação/PCPA)

A Polícia Civil do Pará deflagrou na manhã desta quinta-feira (02), nas cidades de Fortaleza, Beberibe e Horizonte, no estado do Ceará, a “Operação Foco”, que já prendeu cinco pessoas por dano qualificado, apropriação indébita, estelionato, fraude no comércio, associação criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Os presos são investigados por montar falsas casas lotéricas em Belém e Ananindeua, prejudicando dezenas de paraenses. 

No início do mês passado a Polícia Civil recebeu denúncias contra uma falsa agência que estaria aplicando golpes no bairro do Guamá, em Belém. O estabelecimento era uma espécie de casa lotérica onde as pessoas procuravam o local para efetuar pagamentos de boletos referentes a contas de luz, telefone e internet. Mensagens com a palavra ‘Golpe' foram pichadas pelos estelionatários na parede do local.

Em Belém, duas agências foram fechadas após denúncias. (foto: PCPA)

A agencia estaria funcionando a uma semana e os funcionários foram pegos de surpresa ao chegarem no local. Mensagens com a palavra ‘Golpe' foram deixadas na parede do estabelecimento o que causou ainda mais revolta. Denunciantes contam que efetuaram vários pagamentos e nenhum dos boletos pagos foi compensado. Não se sabe o valor do golpe aplicado pelos estelionatários.

Logo mais, a Polícia Civil, em Belém, dará mais detalhes de como funciona o esquema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *