PC deflagra “Operação Pará Pet II”. (foto: Ascom/PCPA)

A Polícia Civil do Pará, por meio da Divisão Especializada em Meio Ambiente (Demapa), deflagrou no sábado (04) a operação “Pará Pet II”, que tem o objetivo de combater o crime de maus-tratos contra animais. A força-tarefa iniciou por volta das 8h, e apurou mais de 100 registros de denúncias anônimas oriundas do Disque-denúncia (181), na região metropolitana de Belém.

Segundo o delegado Waldir Freire, titular da Demapa, a Polícia Civil tem intensificado as ações de combate aos crimes de maus-tratos e ambientais. “Estamos empenhados na proteção animal e ambiental, pois a temática é de grande relevância à sociedade. Reforço que essa ação só foi possível graças à junção dos órgãos municipais, estaduais, além de ONGs e parceiros”, informou.

PC deflagra “Operação Pará Pet II” de combate aos maus-tratos contra animais. (foto: Ascom/PCPA)

Com encerramento por volta das 17h, a Operação Pará Pet II apresentou os seguintes resultados:

De 100 denúncias anônimas apuradas, 37 intimações foram expedidas, 13 animais encaminhados para atendimento médico veterinário na Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e dois no Hospital Veterinário de Belém. Uma mulher, de 37 anos, foi autuada em flagrante delito pelo crime de maus-tratos no município de Benevides. Após receber voz de prisão, a suspeita foi encaminhada à sede da Demapa, em Belém, para procedimentos penais e está à disposição da Justiça.

A ação contou com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, CPC Renato Chaves, Guarda Municipal de Belém, Centro de Controle de Zoonoses, Hospital Veterinário de Belém, Mangal das Garças, Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Ordem dos Advogados do Brasil – Pará (OAB-PA), Conselho Federal de Veterinária, Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), Prefeituras de Ananindeua e Marituba, além de ONGs e projetos voltados à causa animal.

Legislação brasileira 

No Brasil, a Lei Sanção de número 14.064/20 fortaleceu o movimento em defesa dos animais, com o aumento da pena de 2 a 5 anos de prisão, além de multa e retenção de guarda, nos casos de maus-tratos intencionais a cães e gatos.

Denúncias 

Todas as denúncias de maus-tratos contra animais podem ser feitas pelo número 181, WhatsApp “Iara” pelo número (91) 98115-9181 que funciona 24 horas por dia, ou pelo telefone da Demapa (91) 3238-1225, em horário comercial.

(com informações da Agência Pará)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.