Nuvens sequenciadas em formato de escama de peixe pode se tratar da nuvem denominada Cirrocumulus (Reprodução / Redes Sociais)

No início da tarde desta sexta-feira (6), as redes sociais foram bombardeadas com registros de um céu peculiar. A forma que as nuvens estavam dispostas gerou curiosidade na população, que não deixou de fazer fotos e vídeos do momento. O céu com nuvens sequenciadas pode ser visto por pessoas de Belém, Ananindeua, Castanhal e possivelmente em outras regiões.

A forma das nuvens que estavam no céu desta tarde é parecida com a nuvem denominada Cirrocumulus, caracterizadas como muito finas e delgadas, compostas de elementos muito pequenos, em forma de grânulos e rugas, que estão dispostas de forma mais ou menos regular. Segundo a Agência Nacional de Avião (Anac), essas nuvens são constituídas por cristais de gelo e as poucas gotículas de água existentes logo se solidificam. 

O efeito ondulado é comparado com a aparência de escamas de peixe, ciom elementos pequenos com a forma de pontos, retalhos ou camadas.

“Eu nunca tinha visto um céu assim. Estava indo para o trabalho às 14:30 e vi o céu. A princípio fiz a foto e postei porque achei bonito. Mas depois fiquei preocupado, porque eu moro em Ananindeua e vi pessoas que moram em Castanhal postando foto também. Isso não é algo comum”, relata o estudante Jonielson Souza.

A Redação Integrada de O Liberal entrou em contato com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) para confirmar se realmente se trata desse tipo de nuvem ou se era outro tipo de fenômeno meteorológico e aguarda retorno.

Por: O Liberal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *