Uma balsa com cerca de mil metros cúbicos de madeira foi apreendida por equipes de fiscalização da Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa), Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e do Batalhão de Polícia Ambiental no município de Moju, no nordeste paraense. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (25).

A carga ilegal, estimada em R$700 mil, tinha como destino a cidade de Belém e foi encontrada na última sexta-feira (22). De acordo com o auditor fiscal Erik Pamplona, da Coordenação de Mercadorias em Trânsito de Belém, durante a abordagem não foram apresentados documentos fiscal ou de licença ambiental para o transporte de madeira.

A mercadoria apreendida foi encaminhada para o depósito da Semas em Moju, onde será periciada e feita a contagem das espécies de madeira existentes. Além da mercadoria, a tripulação da balsa foi retida para dar explicações.

A exploração irregular de madeira é considerada crime, e a apuração será feita pela Semas e Polícia Civil. A Sefa vai emitir auto de infração para cobrar o imposto incidente sobre o frete da madeira.

De acordo com o diretor de Fiscalização da Sefa, o auditor de receitas estaduais Shu Yung Fon, Sefa, Semas e Batalhão de Polícia Ambiental intensificaram as ações integradas neste período de verão, quando aumenta o transporte de madeira pelos rios.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Cleyton Rogério
Carregar mais em Moju

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *