(Reprodução/TV Globo)
(Reprodução/TV Globo)
(Reprodução/TV Globo)

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) decidiu prorrogar o prazo para adequação dos Centro de Formação de Condutores às novas regras para o uso de simuladores nas aulas de direção. No entanto, não foi informado por quanto tempo será essa prorrogação, um mês ou uma semana. Por meio de nota, o Detran apenas disse que “considerando as dificuldades expostas pelos donos de autoescola, ficou decidido que o Detran solicitará formalmente ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) a prorrogação do prazo para adequação dos CFCs às novas regras, mas, antes disso, estabelecerá um cronograma de implantação dos simuladores nas autoescolas, que deverá ser cumprido rigorosamente pelos CFCs. O tempo de prorrogação a ser solicitado dependerá das previsões deste cronograma, que deverá ser concluído até o final do mês”. A previsão é que na segunda-feira seja informado de quanto tempo será esse prazo para que as autoescolas cumpram o que foi determinado pelo Denatran.

As autoescolas tinham até 31 de janeiro, ontem, para adotar os simuladores. Ou seja, hoje, os simuladores já deveriam estar funcionando. Mas, na última segunda-feira, houve uma reunião de diretores do Detran com representantes do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Pará (Sindcfc/PA) e fabricantes de equipamentos simuladores de direção veicular.

A nota do Detran explica: “Como se sabe o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) tornou obrigatório o uso do simulador de direção veicular pelas autoescolas, para candidatos à primeira habilitação, na categoria B, e adição de categoria, conforme determinação da Resolução nº 543/2015 do Contran”.

No entanto, o sindicato relatou na reunião suas dificuldades para adquirir os equipamentos, uma vez que, em todo o país, há apenas duas empresas certificadas para fabricação e fornecimento. O sindicato ainda informou que devido à grande procura e ao fato de tais simuladores não serem fabricados em larga escala, os equipamentos têm previsão de entrega no prazo de 30 a 60 dias úteis. Na nota, o Detran esclarece que não haverá prejuízo aos candidatos que já iniciaram os procedimentos para obtenção da primeira habilitação, que poderão seguir normalmente com as fases e provas necessárias para a conclusão do processo.

 

 

Via O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *