Moradores de municípios da ilha do Marajó sofrem com apagões. — Foto: Reprodução/internet

Em menos de uma semana, municípios do arquipélago do Marajó enfrentam o segundo apagão. O primeiro ocorreu na última segunda-feira (8) e, nesta quinta (11), mais uma falha no serviço foi registrada em Breves, Curralinho e Melgaço, deixando quse 20 mil habitantes sem energia elétrica.

Segundo moradores, desta vez, o apagão começou por volta do 12h e durou quase três horas, até 14h45. Por conta da instabilidade no abastecimento de energia, diversos setores do comércio local, como bancos e lojas tiveram o funcionamento afetado. Aulas foram suspensas e hospitais tiveram que acionar geradores de emergência.

“Aqui em Breves o serviço de fornecimento de energia da Equatorial está péssimo, com quedas inesperadas praticamente todos os dias. Apagões recorrentes e tarifas abusivas, sem contar os diversos transtornos causados pelos serviços de troca de postes na cidade”, comenta Fábio Paes, professor da rede pública de ensino.

Fábio também conta que a instituição em que trabalha, escola estadual Maria Câmara Paes, já sofreu com danos em duas centrais de ar-condicionado por conta das quedas repentinas da energia elétrica.

Em nota, a Equatorial Pará informou que o fornecimento de energia foi normalizado às 14h46 desta quinta (11), nos municípios da ilha do Marajó. De acordo com a empresa, as causas da falta de energia ainda estão sendo apuradas.

(com informações do G1 Pará)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *