O advogado Marcelo Spínola Salgado, de 61 anos, acusado de crime de pornografia infantil, será liderado da prisão, depois de pagar fiança de 40 salários mínimos – R$ 41,5 mil. Ele foi preso após ser flagrado ao esquecer pendrive com cenas de pedofilia no Fórum de Justiça de Santarém, município da região do Baixo Amazonas. 

O alvará de soltura, segundo informou a defesa de Spínola, advogado Igor Dolzane, ao Blog do Jeso Carneiro, foi emitido pela Justiça nesta quarta-feira, 16. 

Spínola foi preso na terça, 15, em Santarém, por policiais civis em cumprimento de mandato de busca e apreensão. Na casa, foi apreendido ainda volumoso conteúdo fotográfico de pornografia infantil, o que resultou na prisão em flagrante do acusado. Na delegacia, o homem disse que achava não estar comentendo crime por apenas armazenar e não compartilhar as imagens. 

O advogado dormiu no presídio Sílvio Hall de Moura (Cucurunã). Hoje, depois da fiança arbitrada pelo juiz Rômulo Nogueira de Brito, inicialmente em 80 salários mínimos, ter sido reduzida para metade, foi feito o pagamento e Spínola liberado. 

Ele responderá ao processo em liberdade.

Por Blog do Jeso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *