Três homicídios e tentativas de homicídio que aterrorizou a população do garimpo Cuiú-cuiú, região de Itaituba, foi registrado na tarde desta sexta-feira (02), e reuniu momentos de apreensões, agressões e ameaças intensas.

Com base em informações da polícia, um homem, identificado como Raimundo da Silva Carvalho, de 45 anos, matou a irmã, identificada como Rosimar da Silva Carvalho, de 59 anos, a golpes de madeira e facão. Ao chegar no local, de posse de um pedaço de madeira, Raimundo desferiu vários golpes na cabeça da irmã que, após cair ao solo, foi atingida por golpes de facão na cabeça. Em seguida, ele ainda bebeu o sangue da própria irmã. 

Diante do crime presenciado por várias pessoas, uma mulher identificada como Lorrane da Conceição da Silva Carvalho, tentou correr levando consigo duas crianças de 4 e 8 anos de idade, no entanto, durante o percurso, as três foram alcançadas por Raimundo, momento em que inicia-se sucessivas ameaças e tentativas de homicídio. 

Em seguida, Raimundo as levou para perto de um barraco, onde havia matado a irmã, e as fez sentar em um tronco de madeira pelo período de mais ou menos 5 horas, ameaçando que as iria matar caso não aparecesse ninguém. Neste ínterim, Lorrane afirma que em um dado momento, Raimundo tentou desferir um golpe de madeira em uma das crianças, mas foi impedido por ela que pediu para não mata-la.

Ao perceber a distração de Raimundo, que apontava um pedaço de madeira com um facão, Lorrane pegou um pedaço de madeira que estava próximo e desferiu na cabeça dele, que de imediato caiu no chão. Raimundo tentou se levantar, mas foi atingido por outro golpe.  Temendo algo pior, Lorrane pegou o facão que e desferiu golpes da cabeça de Raimundo.

Em ato contínuo, Lorrane pegou as crianças e correu em direção ao barraco citado, a cerca de 5 km, para pedir socorro.

“Foi uma tragédia horrível. Teve umas meninas pequenas que viram tudo, o desespero da dona Rosa sendo morta. Tinha muito sangue lá”, relatou uma internauta.

Morte de idoso

Informações não descrevem detalhes da morte de Otavio Alves dos Santos, de 71 anos,  que trabalhava como caseiro, morto por Raimundo. De acordo com relatos de Lorrane, Otavio foi visto por ela e pelas crianças jogado no chão todo ensanguentado, enquanto estavam sob tutela de Raimundo.

Problemas mentais

Consoante informações, Raimundo sofria de problemas mentais e a irmã, Rosimar, planejava leva-lo para o município de Açailândia, estado do Maranhão, a fim de ele receber tratamentos psiquiátricos.  

Medidas

Diante disso, os três corpos foram removidos e levados de avião para o Instituto Médico Legal – IML de Itaituba.

Ainda assim, Lorrane foi apresentada na 19° Seccional de Polícia Civil de Itaituba para o devido procedimento legal. 

Fonte: Plantão 24horas News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *