Um homem de 43 anos é suspeito de estuprar ao menos duas crianças no Jardim Mangueiral, no Jardim Botânico, em Brasília. Ele foi preso nessa quinta-feira, 5. A polícia relata que o abusador usava um short com um furo frontal para “facilitar” a prática do crime.

O suspeito é vigilante e presta serviço para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), mas nome dele não foi divulgado, para preservar as crianças, que são vizinhas do acusado.

Os abusos eram cometidos na casa dele. Ele é casado e tem filhos, e aproveitava a visita de amigos dos filhos para praticar os crimes.

Um garoto de 6 anos foi a primeira vítima que chegou ao conhecimento da polícia, no início do ano. A criança havia relatado para a mãe que o vizinho suspeito abaixava o short. Segundo o depoimento, o criminoso esfregava o órgão genital no ânus da vítima.

Abuso de menina

Em outubro, uma menina de 7 anos, com paralisia cerebral leve, também amiga da filha do autor, relatou abusos.

A vítima narrou que quando ela ia brincar com a filha do acusado, ele abaixava o short e mostrava o órgão genital para ela. A menor contou que ele costumava usar um short com um furo na frente, pelo qual ele colocava o órgão genital para fora para exibir para a criança.

A menina relatou que o homem certa vez a segurou por trás, enfiou os dedos por baixo do short e da calcinha e esfregou a mão na vagina dela.

O suspeito negou os crimes, mas, durante as buscas, na quinta-feira, os investigadores localizaram a vestimenta descrita pela criança.

Por O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *