O sintoma mais característico da doença consiste em lesões na pele similares às da catapora (Divulgação/ CDC/ Brian W. J. Mahy)

O Brasil confirmou o sexto caso de varíola dos macacos. A notificação foi feita e confirmada pela Secretaria de Saúde de São Paulo (SP), nesta quinta-feira (16). O paciente é um homem de 28 anos, morador de Indaiatuba (SP), com histórico de viagem para a Europa. O paciente segue monitorado, em isolamento na própria casa e apresenta estado clínico estável, sem complicações. 

Até o momento, o Brasil tem seis casos confirmados, sendo quatro em São Paulo, um no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro. Treze casos suspeitos estão sendo investigados.

O que é a varíola dos macacos?

A varíola dos macacos é uma doença viral rara transmitida pelo contato próximo com uma pessoa infectada e com lesões de pele.

Como varíola dos macacos é transmitida?

A doença pode ser transmitida pelo abraço, beijo, massagens ou relações sexuais. A doença também é transmitida por secreções respiratórias, contato com objetos, tecidos (roupas, roupas de cama ou toalhas) e superfícies que foram utilizadas pelo doente.

Há tratamento para a varíola dos macacos?

Não há tratamento específico contra a doença, mas os quadros clínicos costumam ser leves, sendo necessário o cuidado e observação das lesões.

Quais são os sintomas da varíola dos macacos?

Os primeiros sintomas podem ser febre, dor de cabeça, dores musculares e nas costas, linfonodos inchados, calafrios ou cansaço. De um a três dias após o início dos sintomas, as pessoas desenvolvem lesões de pele, geralmente na boca, pés, peito, rosto e ou regiões genitais.

Quais as recomendações?

Deve-se evitar o contato próximo com a pessoa doente até que todas as feridas tenham cicatrizado, assim como com qualquer material que tenha sido utilizado pelo infectado. Também é importante a higienização das mãos, lavando-as com água e sabão ou utilizando álcool gel.

Por: O Liberal com Agência Brasil

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.