Eleitor brasileiro é desinteressado pelo horário eleitoral segundo o Ibope

horario-eleitoral-globo

O horário eleitoral gratuito não é só um tormento para os telespectadores. As TVs abertas também arrancam os cabelos. Além do fiasco dos programas eleitorais em termos de audiência, ontem à tarde, o que aconteceu ontem à noite antecipa o comportamento do brasileiro nos próximos dois meses. Diferente das eleições passadas, as eleições de 2014 parece não fazer o gosto dos telespectadores.

Aos números; de acordo com o Ibope, na Grande São Paulo os canais pagos pularam de 8,2 pontos na segunda-feira para 16,4 pontos – dobraram sua audiência, portanto. Encostaram na Globo, que caiu muito durante a exibição dos programas eleitorais, e registrou 17,3 pontos. (À tarde, os canais pagos somados subiram dos 6,4 pontos na segunda-feira para 8,9 pontos ontem).

Ou seja, no horário de maior concentração de audiência – e faturamento das emissoras – os eleitores que puderam mudaram de canal.

Ninguém dentro das redes abertas duvida que seus números ainda têm fôlego para piorar ainda mais.

 

[Veja]
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.