Uma telespectadora decidiu entrar com uma liminar contra a rede Globo, por ser contra a maneira com que os telejornais divulgam os números da covid-19 e por achar que isso causa pânico na população.

A mulher foi identificada como Rosemary Matias de Lima, e pede que a Globo mudasse a forma de divulgar as estatísticas sobre os casos confirmados e óbitos pela covid-19.

Rose considerou que a emissora deveria divulgar somente os números diários sobre a doença, e não os dados acumulados desde o início da pandemia.

O caso foi avaliado pela juíza Paula de Menezes Caldas, da 49ª Vara Cível, no Rio de Janeiro. Ela considerou que Rosemary por si só não tem legitimidade para defender os interesses de toda a sociedade ou de todos os profissionais da saúde. Além do fato de que a Globo já divulga os dados sobre a covid-19 tanto de forma cumulativa quanto diária.

A juíza disse ainda que a Globo não pode ser responsabilizada pela interrupção de atividades econômicas durante a quarentena.

“Ora, a forma de divulgação dos dados pela ré não possui qualquer interferência na liberação ou não das atividades econômicas interrompidas em razão da pandemia, uma vez que o afrouxamento das medidas de isolamento social constitui opção técnica/política do Poder Público”, disse  juíza.

Por Roma News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.