O estudo do Dieese no Pará foi divulgado nesta segunda-feira (25). O Tocantins é o segundo mais gerador de empregos no setor.

geração-empregos-pará-setor-extrativo-portal-tailandia

Mesmo com um pequeno recuo no mês de janeiro, o Pará continua sendo o estado da região Norte que mais gerou empregos formais no setor extrativo mineral nos últimos doze meses. Essa foi a constatação do balanço sobre a flutuação dos postos de trabalho no setor realizado pelo Dieese no Pará (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). O estudo divulgado nesta segunda-feira (25) tem base em dados oficiais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho.

De acordo com o balanço, em janeiro deste ano, 199 pessoas foram contratadas para atuarem no setor. Em contrapartida, 224 trabalhadores foram desligados de seus empregos, gerando um saldo negativo de 25 postos de trabalho e um decréscimo de 0,13%. Com isso, o Pará assume o posto de destaque negativo entre os estados do Norte no mês de janeiro em relação à criação de postos de trabalho no setor extrativo mineral. Na condição de maior gerador de empregos formais no setor está o estado do Tocantins, que no período analisado teve um saldo positivo de 43 novos empregos.

Em janeiro de 2012, a situação do Pará no que diz respeito a oportunidades de emprego no setor extrativo mineral era bem diferente. Na época, o estado apresentou saldo positivo de 203 postos.

Se em janeiro a criação de empregos no setor extrativo mineral no Pará não foi positiva, nos últimos doze meses a situação se mostrou favorável. No período de fevereiro de 2012 a janeiro de 2013, o estado apresentou um crescimento de 8,43%, mesmo com o recuo observado no mês de janeiro deste ano. No período observado, o Pará criou 1.465 postos de trabalhos a mais, ficando, desta vez, na condição de destaque positivo na região Norte. A segunda melhor posição está por conta do Tocantins, que criou, no intervalo de um ano, 188 postos de trabalho.

 

Portal Tailândia – o maior portal de notícias da região.

Com informações: Portal ORM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *