Navegapará – Infocentros – Gestão – Portal Tailândia

 

Representantes de associações comunitárias, organizações não governamentais e de outros segmentos sociais se reuniram nesta quarta-feira (06), com Alex Fiúza de Mello, titular da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), para debater o novo modelo de gestão do Programa Navegapará.  A reunião, realizada na Secretaria, tratou de assuntos relacionados à infraestrutura, dinâmica de uso e sustentabilidade dos infocentros.

 

Na ocasião, gestores dos infocentros da Região Metropolitana de Belém apresentaram os problemas relacionados ao Navegapará em suas comunidades. O secretário ouviu as demandas, garantiu que o programa é uma das prioridades de sua gestão e reiterou seu interesse em resolver os problemas dos espaços públicos destinados à inclusão digital, ampliando a oferta de serviços à comunidade.

“Estamos passando por uma reestruturação do Programa Navegapará, para que ele possa ter continuidade e ser ampliado para outras localidades. Pelo atual modelo de gestão, as parcerias serão estimuladas e podemos atuar juntos na busca por convênios que garantam a sustentabilidade dos infocentros”, destacou Alex Fiúza de Mello.

O secretário lembrou que os infocentros, por serem localizados em áreas de extrema vulnerabilidade social, têm uma enorme importância para as comunidades, por isso precisam ser totalmente regularizados. Ele anunciou que a rede de banda larga será ampliada em todo o Estado, para suprir as inúmeras demandas por internet gratuita e de qualidade.

A expansão da rede de transmissão atenderá, por exemplo, moradores da Ilha de Outeiro, onde dos oito infocentros instalados entre 2009 e 2010, seis não possuem o link de internet por inviabilidade técnica. “Ficamos felizes por saber que o secretário está sensível a nossa situação. Desde que nosso infocentro foi criado, em 2010, não temos acesso à internet, e esperamos que essa situação preocupante se resolva, já que há dois anos nossa comunidade espera ansiosa pelo funcionamento do espaço”, informou Laurene Athayde, coordenadora do Infocentro Colibri, de Outeiro.

Os gestores disseram ainda estar preocupados com a falta de monitores em alguns infocentros. O titular da Secti lembrou que há dois editais abertos destinados à seleção de monitores para o Navegapará, a fim de suprir todas as demandas, por meio do convênio com a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapespa) e o Banco do Estado do Pará (Banpará).

O secretário garantiu que receberá novamente os representantes dos infocentros para debater novas diretrizes, com base em um relatório sobre suas realidades.

 

 

Ana Carolina Pimenta – Secti – Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.