Isabella expôs suspeito nas redes sociais (Reprodução)

Um ano o funcionário foi denunciado pela jovem Isabelle Pacheco, de 19 anos, por filmar mulheres no provador da loja de roupas de um shopping em Sorocaba (SP). A informação foi confirmada pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Sorocaba (SP).

O homem confessou o crime em depoimento à polícia e admitiu ter filmado oito mulheres no provador. A polícia apreendeu o celular do suspeito para passar por perícia.

“Eu já tinha experimentado e já estava colocando a minha roupa. Por cinco minutos que me deu, eu olhei para o lado e vi o rapaz colocando a câmera do celular por baixo da porta. Na primeira reação, eu tentei pisar na mão dele para ver se eu conseguia segurar o celular, mas ele acabou sendo mais rápido”, conta Isabella em vídeo publicado no Instagram.

Ao sair do provador, Isabella contou ao pai, que acionou a Polícia Militar. A família foi orientada a fazer um boletim de ocorrência. A polícia não apreendeu o celular.

“Uma situação que não desejo para ninguém. É uma situação onde você sente a sua privacidade ser invadida, onde você se sente totalmente vulnerável e incapaz de poder fazer qualquer coisa”, diz Isabella no vídeo.

Isabella (Reprodução / instagram)

A loja onde ocorreu o fato, Pernambucanas, disse que repudia com veemência todo e qualquer ato de desrespeito e de ofensa à privacidade e que “a pessoa citada já não faz mais parte do quadro de colaboradores da empresa”.

“Ao mesmo tempo em que a gente acaba se sentindo exposto, perdemos nossa privacidade. É justiça, não só para mim, mas para outras mulheres. Quero que a justiça seja feita e que ele pague pelo que fez”, afirma Isabella.

Verali Ferraz, a delegada que investiga o caso, criticou os policiais por não terem apreendido o celular do suspeito. “Quando ocorre uma denúncia como esta, o celular deve ser aprendido pela Polícia Militar no momento em que é acionada e o suspeito deve ser levado para a delegacia”, afirma Ferraz.

Por: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *