A polícia da Coreia do Sul disse nesta quinta-feira, 9, que o prefeito de Seul, Park Won-soon, de 64 anos, foi encontrado morto. O corpo foi encontrado perto do Monte Bugak, no norte de Seul. A polícia havia sido acionada pela filha de Park.

As buscas aconteceram no distrito de Sungbuk-dong, no norte da cidade – o último sinal de seu celular foi detectado de lá. A filha do prefeito procurou a polícia às 17h17 locais (5h17 de Brasília), e disse que o telefone dele estava desligado.

 Segundo ela, Park Won-soon havia deixado uma mensagem “como um testamento”, segundo a Yonhap. Park deixou a residência oficial por volta de 10h40, usando um chapéu preto e uma mochila, e havia cancelado um encontro agendado para a manhã desta quinta-feira. 

De acordo com o jornal “New York Times”, na quarta-feira, duas redes de TV coreanas noticiaram que Park estava sendo processado por uma secretária por assédio sexual. Pela acusação, ele estaria praticando isso desde 2017.

As duas redes de TV atribuíram a informação a fontes na polícia, mas, oficialmente, a corporação não fez nenhum comentário.

Por: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *