Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

O preço da gasolina poderia cair para 44% e o do diesel, 24%, se os governadores aceitassem um desafio lançado pelo presidente Jair Bolsonaro: “Eu zero [o imposto] federal, se eles zerarem o ICMS. Está feito o desafio aqui agora”. Os motoristas certamente sairiam ganhando. Mas quem perderia mais com isso: estados ou União?

Na quarta-feira (5), foi realizada a primeira audiência pública sobre o assunto na comissão especial da Câmara dos Deputados criada para analisar a proposta de emenda à Constituição (PEC). De Brasília, Kelli Kadanus mostra que a Câmara deve para ampliar a PEC. Assim, todas as ações terminariam na 2.ª instância, não só as penais.

“Cotado para o STF. Como a Gazeta do Povo já havia antecipado, o Congresso quer alterar as regras de indicação ao Supremo. Apesar de uma possível alteração não valer para a atual legislatura, a proposta foi criticada por dois ministros da Corte. E “surgiu na mesa” um forte nome a assumir “a beca” de Celso de Mello em novembro: Jorge Oliveira, policial e amigo de Bolsonaro.

Com informações Gazeta do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *