Polícia Civil prende foragido de Justiça do Ceará com armas durante operação em Capitão Poço
Foto: Divulgação

Antônio de Sousa Almeida, 79 anos, foi preso pela Polícia Civil prendeu de Capitão Poço, nordeste paraense, acusado da autoria de um homicídio no Estado do Ceará. Denominada de “Operação De volta ao Nordeste”, a ação policial teve como objetivo prender foragidos do Estado do Ceará pela autoria de homicídios.

Além dele, outro homem identificado como Luiz Carlos Almeida, 32 anos, também foi procurado, mas não foi localizado. A prisão foi realizada na manhã quando a operação foi deflagrada pela Polícia Civil.

Na chegada dos policiais civis à propriedade rural, o foragido Luiz Carlos Almeida pulou pela janela de uma das casas, fugindo em direção à mata. Ele ainda foi perseguido pelos policiais, porém conseguiu fugir.

Antônio de Sousa Almeida não estava na propriedade, porém os policiais receberam a informação de que ele estaria se deslocando da sede da cidade de Capitão Poço, para a zona rural em um ônibus. Os policiais civis então interceptaram o transporte coletivo e realizaram a prisão do acusado, que estava como passageiro.

Os policiais civis apreenderam duas armas de fogo – um revólver calibre .38 com 14 munições – que, segundo Antônio Almeida, foi a arma utilizada no homicídio praticado por ele em 2016 no município de Caridade no Ceará. No local também foi apreendida uma espingarda calibre .20, o que gerou também a prisão em flagrante de Antônio de Sousa Almeida por posse ilegal de arma de fogo.

Com informações Roma News.

Você pode gostar de ver

ENEM: Estudantes reclamam de ter que culpar a globalização pelo desemprego

Mas não deixa de ser um bom sinal, já que este tipo de manipulação esquerdista finalmente deixa de se sustentar como verdade inquestionável.

Mulher denúncia namorado traficante a Polícia Militar

O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a central de flagrantes.

Funcionário do Banco do Brasil de Tailândia é vítima de sequestro relâmpago

Funcionário do Banco do Brasil teve a família mantida refém, enquanto os ladrões iam com ele ao banco para retirar dinheiro.

Carol Castro diz que mantém o corpo apenas com dieta | Portal Tailândia

‘Tenho imperfeições. Não sou magrela, nem popozuda, e nunca fiz cirurgia’ –…