Polícia Federal cumpriu mandados em órgãos públicos e na residência dos investigados. (Foto: Ascom / PF)

Polícia Federal deflagrou a “Operação Malacoda”, que investiga fraudes e recebimento de propina no uso de verbas federais destinadas à merenda escolar no município de Bujaru, nordeste do Pará. Agentes da PF cumprem cinco mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (25).

De acordo com a PF, as investigações apontam que o prefeito Jorge Sató e mais dois familiares, que eram funcionários das Secretárias de Educação e Finanças estão envolvidos nos atos de corrupção.

Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1º região e são cumpridos nas sedes da Prefeitura e das Secretarias de Educação e Finanças, na residência dos investigados. O TRF também determinou o afastamento dos envolvidos de seus respectivos cargos públicos.

Estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas sedes da Prefeitura e Secretarias. (Foto: Reprodução/Ascom PF)
Estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas sedes da Prefeitura e Secretarias. (Foto: Reprodução/Ascom PF)

Ainda segundo a PF, o esquema criminoso envolve possíveis fraudes em processos licitatórios destinados a contratação de empresas de fornecimento de merenda escolar, além de envolver verba federal do Programa Nacional de Alimentação Escolar do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

A Polícia Federal aponta ainda que há provas do recebimento de propina pelos agentes públicos. Os investigados serão ouvidos para prestar esclarecimentos.


Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *