Segundo a revista Science, os cientistas, liderados pelo químico Frank Reith, analisaram grãos de ouro de duas minas australianas.

bacteria-do-ouro-ptailandia

Foto: reprodução

Uma bactéria de nome Ralstonia metallidurans tem o poder de Midas, ou seja, transforma pó em ouro. A descoberta é de um grupo de pesquisadores australianos.
Segundo a revista Science, os cientistas, liderados pelo químico Frank Reith, analisaram grãos de ouro de duas minas australianas situadas a mais de 3.000 quilômetros de distância uma da outra e descobriram que 80% desses grãos continham no seu interior aquela bactéria.
Segundo Reith, a descoberta sugere que a bactéria pode desempenhar um papel chave na criação de ouro sólido, embora seja ainda desconhecido o mecanismo exato.
“Queremos provar que microrganismos são capazes de contribuir para a formação de pepitas de ouro, algo que antes sempre foi posto em dúvida. Não estou dizendo, porém, que eles são o único modo de formação das pepitas de ouro nos solos. Existem outros”, disse Reith à Science.
[divide style=”2″]

Para acompanhar mais notícias de Tailândia e Região, curta o Portal Tailândia no Facebook: facebook.com/portaltailandia.com.brSiga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

gizmodo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.