Crédito: Divulgação/Ford

Com a flexibilização das medidas de restrição e circulação contra a covid-19, houve um crescimento de 15% nas ocorrências de roubos e furtos de carros no primeiro semestre de 2021. Os dados são resultados de um levantamento feito pela empresa de rastreamento Carsystem, que também revela quais foram os carros mais roubados do ano na cidade de São Paulo (SP). De acordo com a empresa, foram 1.600 chamados recebidos somente na capital.

Nos chamados de roubo quem lidera o ranking é o Ford Ka. Mesmo fora de linha desde janeiro com o fechamento da fábrica da Ford, o Ka foi um dos carros mais vendidos nos últimos anos. O segundo lugar é ocupado pelo Chevrolet Onix, que foi líder de vendas por seis anos consecutivos e também está na mira dos ladrões de veículos. O terceiro colocado foi o Renault Sandero, seguido pelo veterano Volkswagen Gol e a posição seguinte pelo Hyundai HB20. 

No ranking de furtos o ranking foi bem parecido. A liderança é do Chevrolet Onix, seguido pelo Ford Ka, Volkswagen Gol e depois o Voyage, Renault Sandero e Hyundai HB20. 

Além dos carros mais roubados, a pesquisa também apurou dados sobre os horários mais frequentes de roubos ou furtos. De acordo com os dados, as ocorrências de roubo ou furto ocorrem geralmente das 19h às 22h. A empresa também destaca que, além do aumento de roubos em 5%, as ações de ladrões de cargas cresceram 10% no semestre. Um dos fatores apontados para esse crescimento é o aumento das entregas por empresas de logística e e-commerce, que provocou o disparo dos roubos de utilitários como VUCs, vans e minivans de forma desproporcional no período.

Por: Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.